Múltis nacionais não têm marca forte

O ator Tony Ramos invadiu os lares brasileiros no ano passado como principal protagonista do grupo JBS. O ator fez o que nenhuma companhia do setor no País tinha feito até então: dar nome aos bois, na tentativa de virar sinônimo de carne bovina.
Embora o JBS esteja entre as maiores multinacionais brasileiras – e é o maior frigorífico do mundo -, a companhia não tem uma grande marca internacional. E não é a única.

O País é a sétima maior economia global, mas apenas oito multinacionais verde-amarelas estão na Global Fortune 500, classificação das 500 maiores corporações globais em receita, publicada pela revista Fortune. Nenhuma marca nacional está representada entre as mais valiosas do mundo.

Veja mais:

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/multis-nacionais-nao-tem-marca-forte-mostra-pesquisa-2?page=1